Tudo o que eu tenho

Eu tenho notas pra recuperar e um quarto bagunçado. Uma lista de músicas tristes e as cobertas mais quentinhas do mundo. Tenho livros guardados que me esperam para o dia que estiver pronta para lê-los. Tenho amigas meio estranhas e um namorado mais ainda. Tenho medos escondidos e sonhos românticos. Tenho também, ideias absurdas que deveriam me levar a um psiquiatra ou algo do tipo.  Acho meio improvável que alguém depois de saber tudo que eu penso, ainda queira ficar. Mas tudo bem. Eu tenho um guarda-roupas bagunçado e coisas que eu não uso mais, não quero mais e não tenho coragem de jogar fora. Desculpa, me apego a bobagens que em algum ponto da minha vida foram importantes. Não que as queira,  é que fizeram parte sabe?

Tenho  alguns diários de 2007 e 2009, quando eu me enchia de raiva porque uma menininha lá falava mal de tudo e todos e vivia de mimimi. Tenho vários cadernos de textos e blocos de notas cheios de tolices-sentimentais-dramáticas-chatas-e-estranhas. Nunca consegui organizar definitivamente nada. Essa coisa de viver arrumando aqui, consertando ali não é pra mim. Preciso de algo organizado e que não me incomode. Tenho pastas de fotos antigas e um painel quase vazio por preguiça de arrumá-lo como deve ser. Fotos, livros, textos, trechos, amores e eu. Solidão tão cheia de tudo e que me deixa sem nada.

Tantas pendências que eu carrego só pra saber se ainda existe algum discernimento aqui dentro. De uns tempos pra cá tanta coisa mudou e eu desaprendi tanta coisa e aprendi tantas outras que posso dizer que valeu a pena. As vezes não sei se sigo o que sinto ou se pirei de vez e não sei de mais nada. Talvez seja. Adeus cérebro, meu casamento com o coração aconteceu faz tempo e eu não sabia. Mas agora é definitivo. Ah,  e com comunhão de bens.

Tenho uma personalidade instável e gênio forte até, mas existem piores que eu. Tenho uma mãe geniosa e linda por dentro e por fora. Tenho tanta saudade que o coração não sabe mais o que fazer. Amar demais também é um problema. Tenho um cabelo comprido e bagunçado e bochechas que eu o-d-e-i-o. Tenho o sonho de ter filhos e casar na praia. E ter um cachorro. Vários. E vários gatos também. E só um papagaio. E um jardim bonito. E um coração cheio de amor. E todas as coisas que eu carrego comigo todas as manhãs e que esqueço ao longo do dia, mas lembro a todo instante. É bom saber tudo o que se tem. E melhor ainda quando tudo que se tem é maravilhoso e não se compara a nada e nem ninguém.

Anúncios

3 comentários em “Tudo o que eu tenho

Faça um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s