Só te peço isso

Todos os dias eu tenho vontade de te dizer o quanto você é perfeito e que eu não te mereço, que você não deveria estar comigo e te mandar embora. Embora pra onde? Só se for pra minha casa. Queria ter o poder de te colocar em uma caixinha de refúgio e ter você pra sempre. Egoísmo puro, eu sei. Mas é que sem você é mais difícil. O fardo é mais pesado, a vida tem menos graça e os problemas se tornam maiores – mesmo que você seja um deles. Mesmo que você seja extremamente infantil para algumas coisas, mesmo que só queira me alegrar. Teu jeito me encanta. Teu carinho misturado com ironia e em seguida um beijo com mordida, teu amor.

Você fala de estrelas e coisas estranhas e eu só sei falar bobagem. Na verdade eu até sei falar sério, mas prefiro te fazer rir (nem que seja mais de mim do que comigo). Sou tola, eu sei. Mas te amo. Amo mesmo, bastantinho. E sinto ciúmes, medo de perder e sou cheia de inseguranças. Mas você nem nota, me olha com tanta admiração e zelo que tenho vontade de sacudir e dizer o quanto eu sou errada, te falar de todos os meus defeitos, desde os menores até aqueles praticamente  insuportáveis. Mas é nos teus olhos que eu vejo segurança, é no teu abraço que eu acho que tudo vai dar certo.

É tão fácil sentir e tão difícil explicar. Aos poucos você me ganha, faz a vontade de ver aquele outro cara diminuir e a de  ficar perto de ti aumentar. Mas anda logo, vai embora. Não se apega e não deixa eu em apegar. Nós dois sabemos que é morte premeditada.  Amor que vai crescer e não vai ser forte o suficiente. E vai morrer como qualquer outro. Não vai ser diferente, não vai render um livro inteiro, talvez um capítulo ou apenas algumas páginas. Você é tão certinho, tão careta e me faz tão bem.  Não bebe, não gosta de tatuagens e nem pensa na possibilidade de provar tudo de errado que o mundo proporciona. Nem preciso dizer que sou o contrário de tudo isso e continuo te amando.

Só te peço pra não me entender, não me perdoar, não tentar ver meu lado bom. Fica com o ruim. Olha meus defeitos e exalta todos eles e usa como motivo pra ir embora. Só aceita meu pedido de desculpa. Desculpa por entrar na sua vida, bagunçar ela e querer sair de uma forma tão abrupta. É só medo. Medo de não saber o que fazer quando você disser que não dá mais ou que passou naquela prova E vai embora.

Você é um nerd, cretino, besta, grosso e eu não quero te largar nunca mais.  Você gosta de legião e nem gosta de imaginar as músicas que eu já cantei e dancei em festas por aí. Até que te dou razão, elas são realmente idiotas e sem conteúdo. E que seus rock’s pesados que maltratam meus tímpanos são melhores. Apenas no quesito letra, que fique bem claro. Por quê você é tão compreensivo? Por quê não me dá motivos pra te odiar? Meu forte é dar errado, não tente mudar isso, não sei me virar de outra forma.

Talvez até saiba, mas é que amar alguém é tão complicado. Nada convencional, nada que se bem guardado, fica como é. Amor se a gente deixa pra depois, ele morre. Precisa ser cultivado e eu não faço a mínima de como fazer isso. Meio que já me acostumei a não ter que cultivar. É tão estranho. Mas olha, vou te contar uma coisa..não quero nem saber como é, quero só te amar.

Anúncios

Faça um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s